Anedotas Picantes

 

Atenção: Se acha que se sentirá ofendido caso leia estas anedotas, o melhor será não lê-las!


No dia em que o Manel fez 18 anos o pai da-lhe 50 euros para ele "ir" às "meninas". Ía o Manel na rua quando encontra a avó:
-Olá Manelito, onde vais?
-Oi! Vou às meninas, o pai deu-me 50 euros!
- O Quê? Vais gastar 50 euros em meninas? Anda cá que eu faço-te o serviço de graça.
E assim foi... Chega o Manel a casa e pergunta o pai:
-Então manel, como é que foi?
-Olha, encontrei a avó no caminho e ela fez-me o seviço de graça.
- Oh seu cabrão, então tu "foste" à minha mãe?
-Porquê? Tu não vais á minha?


Um homem tinha uma tartaruga, e esta pede-lhe para a levar ao cinema. O homem assim faz mas, como não eram permitidos animais naquele cinema, mete a tartaruga dentro das calças. Para a tartaruga ver o filme, ele abre a berguilha e o animal põe a cabeça defora.
No casal ao lado diz ela, escandalizada:
- Oh Carlos, este gajo aqui ao lado tem a pila de fora!!!
- E daí? Cada um põe a pila como quer...
- Mas é que a dele está-me a comer as pipocas todas!


Um tipo vai ao médico:
- Doutor, eu temo que venha a tornar-me num mariconço do caráças.
- Então porquê?
- Olhe, a minha mãe morreu quando eu era bébé e a partir daí o meu pai passou a gostar de homens. O meu avô também já era assim e o meu tio... Bom, o doutor sabe...
- Realmente, isso é grave... Ninguém na sua família gostava de mulheres? Veja lá se se lembra...
- De mulheres... Que me lembre só a minha tia Maria.


Dois amigos encontram-se num bar:
- Que cara triste é essa, rapaz?
- Nem queiras saber, estou cá com uma depressão.
- Tretas. Tenho um remédio óptimo para isso. Quando estou deprimido vou para casa, pego na minha mulher e vou com ela para cama. No instante seguinte estou outra vez óptimo.
- Boa ideia. Será que a tua mulher está em casa?


Diario de MARIA:

P: Será que eu posso engravidar se me sentar no mesmo lugar do meu namorado ????
R: Depende! Se ele nao se levantar...


Era um homem, que estava a emagrecer a olhos vistos, e por mais que comesse continuava a emagrecer.
O homem decide então consultar um médico, que lhe diz que este tem a bicha solitária, e que deveria consultar um especialista.
Na rua, à vinda para casa, encontra um amigo ao qual ele fala no problema. O amigo diz-lhe que isso não é problema, e recomendá-lhe um curandeiro que fazia milagres com esse tipo de coisas.
Para ver se poupava uns cobres, o homem decide consultar esse curandeiro:
H-Sr Doutor, eu vinha consultá-lo por causa de um problema com uma bicha solitária.
C-Não diga mais nada! Essa é a minha especialidade. Amanhã apareça por cá e traga um pão, um ovo e um martelo.
H-Um pão, um ovo e um martelo Sr Doutor?
C-Sim! Não questione o que eu digo e venha cá amanhã!
O homem lá foi intrigado, mas resolveu voltar com o que o curandeiro tinha pedido.
No dia seguinte:
H-Bem Sr Doutor, cá estou e trouxe o que me pediu!
C-Optimo! Deite-se na marquesa de cu para o ar!
O homem lá se deitou, e o medico pegou no martelo e enfiou-lhe o pão e o ovo pelo cu acima.
C-Volte cá amanha e traga a mesma coisa.
O homem assim fez, e durante um mês repetiu-se a mesma cena!
Após um mês, o curandeiro disse-lhe:
-Volte cá amanhã, mas desta vez não traga o ovo.
No dia seguinte o homem lá estava, desta vez sem o ovo. Deitou-se na marquesa, e o medico meteu-lhe o pão no cu!
O curandeiro, diz ao homem para não se mexer, e levanta o martelo no ar.
Passados uns minutos, a bicha solitária mete a cabeça de fora e diz:
B-Então e o ovo?
Puuuuuuum!


Quando bateram à porta, a D. Antónia foi ver quem era e, qual não foi o seu espanto, quando surgiu um homem a fazer-lhe a seguinte proposta:
- Se me mostrar os seios, dou-lhe 200 euros.
A mulher ficou chocada, mas como estava no fim do mês e o € já era pouco, diz-lhe:
- Está bem, aceito.
O homem dá-lhe os 200 euros e faz-lhe outra proposta:
- Agora, se me mostrar o sexo dou-lhe 400 euros.
Aqui a mulher ficou à toa, mas como era só mostrar, acaba por concordar.
Mais tarde, quando o marido regressa a casa diz à mulher:
- Querida, veio cá a casa, esta tarde, um sujeito lá da empresa entregar o meu ordenado ?


O garotinho entra eufórico em casa:
- Mamãe, hoje a professora deu aula de sexo!
- E o que você achou?
- Legal! Pena que as carteiras são tão desconfortáveis...


A beira da Piscina do clube, quatro pais conversam sobre seus filhos:
- Eu tenho cinco garotos, uma equipa completa de basqueteball - gaba-se o primeiro.
- Pois eu tenho seis, da para formar uma equipa de vôlei - rebate o segundo.
- Grande coisa: com os onze que eu tenho lá em casa, formo uma equipa de futebol - exagera o terceiro.
Em seguida um deles se volta para o quarto homem, que continua quieto em seu canto:
- E você, quantos filhos tem?
- Filho, nenhum. Mas mulheres, tenho dezoito, um campo de golfe oficial.


 


- Pai, hoje fui expluso da escola.
- O quê??? O que é que fizeste?
- Meti dinamite debaixo da cadeira da professora.
- Maldito! Vais já à escola pedir desculpas à tua professora!
- Qual escola?!?


O homem chega a um restaurante e pede uma sopa, quando o garçon traz o homem nota que o polegar dele está dentro da sopa.
- Meu amigo, que história é essa? O senhor vem com o dedo dentro da sopa?
- Sabe o que é? É que estou com um furúnculo no dedo e o médico mandou-me ficar com o dedo em lugares quentes.
- E então porque não enfia esse dedo no cu?
- Estava lá mas eu tirei-o para o servir.


O homem estava assintindo ao jornal nacional quando, de repente, uma notícia o interessou. Falava de um homem que matou a sogra e a enterrou no chão da sala e só agora, 25 anos depois, é que descobriram.
O gajo ficou a pensar muito naquilo.
- Eu também poderia matar a megera da minha sogra e enterrá-la na sala. Até descobrirem, já estarei morto, colocado que tenho 50 anos... E, acho que vou fazer isso sim, raios!
E armou a armadilha. Chamou a sogra para um jantar.
Na primeira oportunidade, BAM! Lenhada na cabeça da velha, que logo foi enterrada na sala.
Meia hora depois, toca a campainha do homem. Era a polícia, que avisou:
- O sr está preso por assassinar a sua sogra!
- Mas, mas, mas...
- Nada de mas, já para o carro!
- Na esquadra, o gajo, desconsolado, esbracejava:
- Eu vi na TV, um homem fez a mesma coisa e demorou 25 anos a ser descoberto! Como é que voces me descobriram tão rapidamente???
- O truque é que ele não morava no segundo andar...


Num hospital, havia só um médico e várias enfermeiras e médicas...
Vira-se uma para a outra:
-Sabes quem é que morreu?
-Não!
-O Mário!
-Não! Buááááááá, o Mário morreu!
Depois noutro corredor:
-Olha, (snif, snif) o Mário morreu.
-Buáááááááááááá.
E a noticia vai-se espalhado corredor em corredor até que chega aos ouvidos do médico:
-Olhe, Dona Inês: quem é que morreu?
-F-f-f-oi o-o-o- M-M-Mário sr. D-D-D-outor.
-Onde é que ele está?
-Na, na, na Moregueeeeeeee. Buáááááááááááááá!
E o médico dirige-se à morgue, enconta-o e tira-lhe o lençol que estava por cima do cadáver...e repra que o "instrumento" do Mário era realmente fora do vulgar...
-Eu já resolvo isto...
E agarra no canivete e Zaaappp.
Põe no bolso esquerdo das calças e vai para casa.
Em casa:
-Papá, tens Bombons?
-No bolso direito meninos, no direito.
Mas a esposa do médico estranha ele designar o bolso e decide investigar. De noite ela dirige-se as calças do marido, põe a mão no bolso e depara com o "Bicho".
-ÀÀÀÀÀÀÀÀÀ!
-O que foi Ana?
-O Mário morreu!!!!!!!!


E o menino curioso, desses que perguntam tudo, chegou-se a mãe e disse:
- Mãe,o papa faz cocó na cama?
E a mãe:
- Que é isso, filhinho? Claro que não! Por que é que me estás a perguntar isso?
E o menino:
E por que todas as noites eu oiço a senhora dizer ao papa:
- "Lá vem você com essa M.RDA MOLE outra vez!!! "


- Sabes de onde se extrai a pura lã virgem ????
- Das ovelhas que correm mais que o pastor!


Um estudante ia a passar em frente a uma loja, e acabou por comprar um par de luvas para sua namorada. Pediu à balconista para embrulhar e foi pagar, deixando o embrulho ao lado de outro igual, só que neste ultimo, havia um par de calcinhas.
No fim o embrulho foi trocado e o estudante enviou-o junto com uma carta que dizia assim:

    
    "Meu amor:

    Sei  que  hoje  não  é o teu aniversario, mas passei 
    em frente  a  uma loja  e  resolvi  comprar-te  este
    presente, mesmo sabendo que não  costumas  usar, mas  
    eram  muito  bonitas. Não sei  se são do teu tamanho
    nem   se     gostas   da   cor,  mas  a   balconista
    experimentou   na minha frente e eu gostei muito.

    Ficaram um pouco larguinhas na frente e dos lados mas
    assim  as  mãos  entram  com maior facilidade além de
    deixar os  dedos  mais  livres  para se movimentarem,
    fazendo também com que fique mais fácil tirá-las.

    A balconista mandou lembrar que  ponhas um  talquinho
    quando as tirares  a  fim de evitar o mau cheiro. Meu
    amor,  gostaria  muito  que   as  usasses,  pois elas
    cobrirão o que te pedirei algum dia.

    Um grande beijo aonde vais usá-las."

Existia um casal, cujo casamento se encontrava numa situação nada famosa. Grande parte dos seus desentendimentos era devido a questões sexuais. Quais eram estas questões? O marido gostava, quando tinha relações com a mulher, de a chamar Brigitte Bardot, coisa que ela detestava. A outra questão, era a de o marido lhe querer ir ao c*, coisa que ela não deixava.
E assim corria a vida deles, cada vez pior.
A mulher, que por sinal até gostava do marido, decidiu-se a fazer algo para salvar o casamento. Assim, um dia de manhã, foi a um salão de tatuagens, e, explicando a história ao tatuador, pediu-lhe para ele lhe tatuar um B em cada bochecha do rabo, para o marido pensar na Brigitte Bardot.
Feito isto foi para casa.
Ao fim da tarde, quando o marido chegou do trabalho, a mulher falou com ele:
- "Querido," - disse ela - "vamos para o quarto que tenho uma surpresa para ti.".
E assim foram. Entraram no quarto, a mulher disse para ele se despir, apagou a luz, despiu-se e disse-lhe para ele lhe ir ao c* à vontade.
O marido ficou radiante, e esteve doze horas naquela lufa lufa, a ir-lhe ao c*.
Quando finalmente não aguentava mais, a mulher virou-se para ele e disse:
- "Sabes, querido, ainda tenho mais uma surpresa..."
- "Mais uma surpresa ?!? Não sei se vou aguentar..."
A mulher levantou-se da cama, acendeu a luz e virou o c* para ele.
- "Então, querido, o que achas?"
Ao que o marido responde:
- "BOB ?!? quem é o BOB?!?"


Às 3 da manhã estava um maricas a gritar do alto dum prédio:
- "Ai meu Deus! Estou com SIDA! Vou-me matar, vou me mandar daqui abaixo!"
Um vizinho:
- "Para com essa porcaria, maricas dum raio! O suicídio não resolve o problema a ninguém! Tenho um remédio muito bom para te ensinar, ouve com atenção:

Meio litro de azeite
Meio litro de óleo de rícino
Meio quilo de pimenta branca

Bate tudo e bebe de uma vez só!"
Maricas: "E vou curar-me ?"
Vizinho: "Claro que não!... Mas vais ficar a saber para que serve o CU!!!


A rapariga tinha casamento marcado, e o burro do noivo jurava a pés juntos que ela era virgem, mas claro que ela não era.
Nervosa, ela pede conselhos à sua mãe :
- Mãe... o que é que eu faço ? O Astolfo pensa que eu sou virgem, e se ele descobre que eu não sou pode querer anular o casamento!
- Filha, olha, faz como eu fiz ao teu pai: Antes do momento X vais à casa de banho e dissolves umas pedras hume-hume num copo com água, passas a água na coisa e pronto, vais ficar toda apertadinha e ele vai acreditar, já que ele é mesmo burro.
Dito e feito, na hora do vamos-ver, a rapariga pôs as pedras num copo com água e deixou-o na casa de banho enquanto dissolvia.
A rapariga já estava na cama e o Astolfo foi à casa de banho e foi então que ela se lembrou do copo.
- Querido, não viste um copo com água que eu deixei na casa de banho ?
- Viff sifmf quefridifnhaf.

 

Na próxima actualização do site haverá mais...

 

Voltar